WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
nova mrv

PMVC

Embasa

FTC



safernet br
diamantina

fainor

novo horizonte

aky veiculos

natanael tocoto

Em Salvador, Dilma garante política de investimento do governo

A Tarde

A presidente Dilma Rousseff garantiu que os cortes no orçamento determinados pela sua equipe econômica não afetarão os investimentos do governo.

“Nós vamos controlar os gastos, não parar deinvestir e fazer com que o Brasil não pare de crescer. Estamos controlando gastos públicos para o País crescer mais com qualidade e que possa acelerar”, disse, nesta terça-feira, 1º, num hotel da capital baiana na solenidade que marcou o anúncio de investimentos de R$ 1,3 bilhão para a construção do Terminal de Regaseificação da Bahia, o terceiro do gênero do Brasil, na Baía de Todos-os-Santos,  que terá capacidade para regaseificar 14 milhões de metros cúbicos de gás por dia.

“É por isso que também nós vamos, na quinta-feira, prorrogar o Programa de Sustentação do Investimento”, declarou, assinalando que isso “não é contraditório com o nosso corte de despesas, pois nós estamos cortando o custeio administrativo, não estamos cortando investimentos”, insistiu a presidente.

Dilma lembrou que na sua visita à Bahia promoveu dois itens de sua estratégia de governo de erradicação da miséria: anunciou recursos para a área social, com o aumento do Bolsa Família, e investimentos industriais geradores de empregos.

Ela salientou que o Brasil não pode chegar à quinta economia como almeja sem social: “É necessário que o nosso povo acompanhe o crescimento econômico, que ele não fique para trás, que não seja abandonado”.

Em seguida, usou discurso da campanha presidencial de 2010.  “No passado o Brasil acreditava ser possível que uma parte da sua população fosse rica, instruída, tivesse acesso aos serviços públicos e a outra parte podia ficar marginalizada sem acesso à educação, saneamento e sem casa própria e isso era considerado normal”.

Nessa linha, prometeu focar seu governo nesse primeiro semestre na ação social “em cima da erradicação da miséria de um lado e do fortalecimento da educação técnica profissional de outro, pois nós temos certeza que o Brasil vai crescer as taxas sustentáveis daqui pra frente”, disse, reforçando a luta para controlar a inflação, que comparou a um tumor maligno. “Sabemos que a inflação é como um câncer, ela corrói o tecido econômico e o tecido social, ela diminui a renda de toda a população, por isso não teremos contemplação com a inflação”.

O governador Jaques Wagner comemorou mais um investimento que, segundo ele, estimulará a cadeia produtiva da Bahia.

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.