WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
nova mrv

PMVC

Embasa



safernet br
diamantina

novo horizonte

aky veiculos

natanael tocoto

Assessor do deputado Jutahy teria sido morto ao tentar comprar drogas em boca de fumo, diz a polícia

Correio

Marionaldo foi apedrejado até a morte em Vitória da Conquista. “Informante” teria relatado à Polícia o motivo da morte do assessor.

Marionaldo pode ter sido morto por não ter dinheiro suficiente para comprar drogas

A polícia acredita que o assessor parlamentar do deputado federal Jutahy Magalhães (PSDB), Marionaldo Santos da Silva, 42 anos, foi assassinado a pedradas por traficantes ao tentar comprar drogas. Ele foi morto na noite de sábado, em Vitória da Conquista, no Sudoeste do estado.

Segundo um policial civil da 1ª Delegacia de Vitória da Conquista, que pediu para não ser identificado, a principal suspeita é de que Marionaldo foi a uma boca de fumo na Rua da Corrente, no bairro Cruzeiro, um dos mais violentos da cidade, para comprar drogas.

As informações foram passadas por um informante da polícia no bairro. Em depoimento na 1ª Delegacia de Conquista, ontem, o informante disse que, quando chegou à boca, o assessor estava ‘grogue’ e parecia estar drogado. Marionaldo não tinha dinheiro suficiente para adquirir o entorpecente e acabou irritando três traficantes.

Segundo o policial, os bandidos suspeitaram que Marionaldo seria um X-9. Então, o trio o afastou um pouco da área da boca e o executou a pedradas. O informante contou à polícia que o assessor ainda implorou para não ser morto, pouco antes de ser atingido fatalmente. “Ele gritava que não precisava aquilo, que ele iria embora”, afirmou o policial.

Segundo o delegado titular da unidade, Suzano Sulivan Macedo, a polícia já descobriu os apelidos dos três suspeitos do assassinato. “Não podemos informar os nomes. Mas eles são traficantes que atuam na Rua da Corrente”, disse Macedo, que evitou fazer outros comentários sobre o caso. O irmão da vítima, o funcionário público Marivaldo Santos da Silva, não atendeu às ligações do CORREIO para comentar as suspeitas.

Marionaldo, conhecido como Gago, era militante histórico do PSDB desde os 14 anos, quando começou a apoiar vereadores da legenda em Conquista. Ele começou a trabalhar com o deputado federal Jutahy Magalhães em 1994, quando o parlamentar concorreu ao governo do estado. Em 1º de fevereiro de 1999 foi nomeado assessor parlamentar do tucano. Lotado em Vitória da Conquista, ele era o representante de Jutahy na cidade.

Comentários

comments

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.