WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom governo da bahia

diamantina toyota





safernet br
fainor

aky veiculos

pic pay

natanael falar e arte

Rebeldes tomam posse do quartel-general de Kadafi em Trípoli

Último Segundo

Após intensos combate, opositores rompem portão e invadem complexo do líder líbio em Bab al-Aziziya.

Rebeldes comemoram tomada da capital da Líbia: Brasil apoia alternativas que encerrem os conflitos na região

Centenas de rebeldes líbios invadiram nesta terça-feira o quartel-general do líder Muamar Kadafi na capital do país, Trípoli. Os rebeldes, que combatiam ao redor do complexo desde segunda-feira, conseguiram entrar no local após romperem um portão.

Depois da ação dos rebeldes, que disseram ter conseguido até mesmo nadar na piscina do complexo, de acordo com a CNN, tiros continuaram a ser ouvidos do lado de fora do quarel-general de Kadafi. Segundo os rebeldes, que comemoraram gritando “Deus é grande” e “A vitória está aqui”, os tiros seriam contra-ataques das forças leais ao líder líbio.

Um prédio histórico teria sido queimado no complexo, onde os rebeldes buscaram o líder líbio e seus parentes em cada cômodo. De acordo com a CNN, os rebeldes entraram em carros do complexo de Kadafi. Moradores de Trípoli estariam se dirigindo ao quartel-general e retirando objetos de dentro do complexo. De acordo com a BBC, os rebeldes saquearam o complexo onde funciona o escritório e a residência de Kadafi. Rebeldes foram vistos carregando pinturas, objetos ornamentais, uma geladeira e até taças de cristal.

Ainda segundo a CNN, os rebeldes teriam contado com a ajuda de ataques aéreos da Otan que atingiram alvos dentro do complexo em Bab al-Aziziya, na capital. Apesar de não haver informações sobre se Kadafi está no local, de acordo com a BBC, há uma enorme rede de túneis subterrâneos na cidade que poderia ser usada pelo líder.

Aref Ali Nayed, embaixador líbia nos Emirados Árabes, disse que a entrada dos rebeldes no complexo em Trípoli representa “uma completa vitória” da oposição líbia.

À CNN, um official da Otan disse que apesar do avanço dos rebeldes a guerra na Líbia “ainda não está terminada, embora isso esteja próximo”. “Estamos atentos também a armamentos químicos e mísseis Scud para ter certeza de que não serão utilizados no fim da batalha”.

De acordo com a BBC, forças rebeldes disseram ter tomado controle do polo petrolífero de Ras Lanuf, mas a TV estatal pró-Kadafi disse que forças líbias conseguiram expulsar os rebeldes.

Agência russa

Pouco antes da invasão, a agência russa Interfax anunciou que, durante conversa por telefone, Kadafi teria dito que está em Trípoli e não tem intenções de deixar a Líbia. A informação foi dada pelo russo Kirsan Ilyumzhinov, presidente da Federação Internacional de Xadrez (Fide), que disse ter conversado com o líder líbio ao telefone.

“Estou são e salvo. Estou em Trípoli e não tenho intenções de abandonar a Líbia. Não acreditem nas informações falsas das emissoras de televisão ocidentais”, disse Kadafi a Ilyumzhinov segundo a agência russa. Ilyumzhinov encontrou-se pessoalmente com Kadafi em junho, quando os dois disputaram uma partida de xadrez.

De acordo com Ilyumzhinov, que já foi governador da região russa de Kalmykia, a ligação foi iniciada por Mohammed, o filho mais velho de Kadafi. Segundo o russo, o primogênito do líder líbio lhe disse que estava em Trípoli, com o pai. Mohammed também afirmou: “Nossas forças estão expulsando os ratos da cidade”, referindo-se aos opositores.

Herdeiro reaparece

Os combates entre forças leais a Kadafi e rebeldes se intensificaram nessa terça-feira. Em meio a um clima tenso, com tiros e explosões registradas em diversas áreas, ambos os lados afirmaram ter o controle da maior parte da capital. O clima de euforia diminuiu sensivelmente após a aparição de Saif al-Islam Kadafi, filho do líder líbio, um dia depois de o Tribunal Penal Internacional (TPI) ter confirmado alegações dos rebeldes de que ele havia sido capturado.

Conduzido por um veículo blindado, Saif fez uma aparição no hotel onde estão hospedados jornalistas estrangeiros e disse que seu pai está a salvo em Trípoli. “Nós quebramos a espinha dos rebeldes”, afirmou. “Era uma armadilha. Nós os fizemos passar por maus bocados, então estamos ganhando.”

A aparição de Saif pareceu dar nova energia às forças leais a Kadafi. O porta-voz do governo, Moussa Ibrahim, afirmou, na rede de TV líbia Al-Urubah, que Kadafi tem o controle de pelo menos 75% de Trípoli. Na noite de segunda-feira, os rebeldes alegaram estar em controle de cerca de 80% da capital.

Até agora, não está claro se o filho de Kadafi foi detido e depois libertado ou se ele chegou mesmo a ser preso em algum momento. Nesta terça-feira, um porta-voz disse que o TPI nunca teve confirmação “oficial” sobre a detenção de Saif. No entanto, na segunda-feira autoridades do tribunal anunciaram estar em contato com os rebeldes para negociar a extradição do herdeiro de Kadafi para Haia.

A prisão de Saif também havia sido confirmada por Mustafa Abdul Jalil, chefe do Conselho Nacional de Transição (CNT, órgão político dos rebeldes líbios). Ele também havia confirmado a prisão no domingo de Mohammed, outro filho de Kadafi. Além disso, a TV Al-Arabiya anunciou que o terceiro filho de Kadafi, Saadi, cuja prisão havia sido anunciada no domingo, foi preso na verdade nesta segunda-feira.

Comentários

comments

Leia também no VCN:

Pin It on Pinterest