WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
mrv 2

pmvc

SECOM aeroporto vca

bahiatursa

diamantina toyota

novo horizonte

fainor

feiradorolodeconquista

natanael falar e arte

Jogador do Grêmio alega problemas pessoais e pede dispensa de convocação para a Seleção Brasileira

Globoesporte.com

Segundo empresário, jogador não se sente confortável para defender a amarelinha na quarta-feira. CBF não foi informada oficialmente da decisão.

Mário Fernandes, 20 anos, principal promessa do Grêmio, negou-se a defender a Seleção Brasileira no jogo contra a Argentina, na próxima quarta-feira, pelo Superclássico das Américas. O lateral-direito deveria embarcar para Belém na manhã desta segunda-feira, às 5h30m. Mas não apareceu no aeroporto. E nem aparecerá. Por decisão própria, não jogará com a amarelinha. A CBF anunciou que ainda não foi informada da decisão.

Na tarde desta segunda-feira, a assessoria de imprensa do jogador divulgou um comunicado oficial, explicando que ele não tem condições psicológicas de defender a Seleção por causa de “problemas particulares responsáveis por uma alta carga de estresse”.


Confira o comunicado na íntegra

O jogador Mário Fernandes, do Grêmio, primeiramente agradece ao técnico Mano Menezes pela oportunidade de defender a camisa da Seleção Brasileira, para a 2ª partida contra a Argentina, válida pelo Superclássico das Américas.

O atleta faz questão de esclarecer que a sua não apresentação à Seleção Brasileira nesta segunda-feira (26), é em decorrência de problemas particulares responsáveis por uma alta carga de estresse no atleta. Dessa forma, o jogador não se encontra em condições psicológicas de se dedicar inteiramente à seleção nacional.

O jogador pede que sua decisão seja respeitada pelos torcedores, Imprensa e pessoas ligadas ao futebol.

Por fim, Mário Fernandes faz questão de reiterar o orgulho de vestir a camisa amarelinha e agradece novamente os companheiros de seleção, comissão técnica e em especial o técnico Mano Menezes.

São Paulo, 26 de setembro de 2011.

Empresário: ‘Fiquei surpreso’

O Grêmio está ciente da situação. Jorge Machado, empresário do atleta, também. Clube e procurador ficaram perplexos com a decisão.

– É a realidade. Ele não quer ir para a Seleção. Não está se sentindo confortável. Ele conversou com a diretoria, com o Celso Roth. Ele não quis ir. Não quer ir. Não está se sentindo legal. Acha que não ajudaria. Ele tem uma personalidade muito forte – disse Jorge Machado.

Machado remarcou o voo de Mário Fernandes. E ele novamente não embarcou. Há uma alternativa à tarde, às 15h10m, e a CBF já até emitiu a nova passagem, mas o atleta está decidido a não ir.

– Nós vamos nos reunir à tarde com o atleta, com o procurador. Se ele está focado em jogar no Grêmio, é uma decisão do atleta. Nós respeitamos. Fiquei surpreso. Estava tudo tranquilo. O jogador não conversou conosco, não falou nada. Internamente, vamos conversar com o presidente, com o atleta, com seu procurador – disse o diretor de futebol do Grêmio, Paulo Pelaipe, à Rádio Gaúcha.

O empresário diz que Mário Fernandes está ciente do que a decisão pode representar para a sua carreira.

– O motivo não é de indisciplina, molecagem, nada. É uma questão dele. Ele é muito inteligente. Sabe o que pode representar. Mas daqui a pouco volta em um momento melhor – afirmou Machado.

Após primeira convocação: ‘Não posso sumir na Seleção’

Após a vitória por 2 a 1 do Grêmio sobre o Avaí, nesse domingo, ele falou sobre a expectativa de defender a Seleção:

– É o Grêmio que me leva até lá. Fiquei bastante feliz por ser chamado de novo – disse o jogador, autor do segundo gol tricolor. – Até terça-feira, o jogador deve se pronunciar oficialmente sobre a questão. Ao chegar ao Grêmio, em 2009, ele já havia causado polêmica ao desaparecer do clube por duas semanas, em caso que envolveu até a polícia – estava na casa de um tio, em Jundiaí (SP).

Quando foi convocado pela primeira vez para a Seleção, para o jogo de ida no duelo contra a Argentina, Mário Fernandes lembrou o episódio e até fez graça: – Não posso sumir na Seleção, né? É minha grande chance, preciso aproveitar da melhor maneira.

Zagueiro de origem, ele vem atuando na lateral direita no Campeonato Brasileiro e é o segundo jogador mais bem avaliado da posição no Troféu Armando Nogueira. Perde apenas para Rafael Cruz, do Atlético-GO.

Comentários

comments

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.