WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
mrv 1

secom ba novo aeroporto

ftc

diamantina

novo horizonte

colegio opcao

aky veiculos

natanael tocoto

Cristiana Lôbo: 6 em cada 10 brasileiros acreditam que Dilma mentiu na campanha eleitoral

globo_newsGlobo News

colunista cristiana loboNão poderia ser pior para a presidente Dilma Rousseff. A pesquisa do Instituto Datafolha mostra que seu maior patrimônio na disputa presidencial do ano passado – a imagem pessoal perante a opinião pública e que lhe garantiu a blindagem na campanha presidencial do ano passado – foi fortemente atingido pelas dificuldades, tanto econômicas quanto no campo da ética, neste início de mandato.

A pesquisa Datafolha mostra que 47% dos brasileiros a consideram desonesta, 54% falsa e 50% indecisa. E assim, a avaliação de governo sofre inversão clara: cresce para 44% os que consideram o governo ruim ou péssimo e cai para 23% os que o avaliam como bom ou ótimo; e 33% acham que o governo é regular. Tal como na chamada “jornada de junho”, a queda de popularidade atingiu também outros governantes como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin e o prefeito Fernando Haddad. Alckmin fica com 38% de bom ou ótimo; 24% de ruim ou péssimo e 36% de regular. E Fernando Haddad, tal como Dilma, 44% de avaliação ruim ou péssima, 20% de bom ou ótimo e 33% de regular. Outro aspecto que atinge a imagem de Dilma Rousseff é revelado quando a pergunta feita é sobre o escândalo da Petrobras: 77% acham que ela sabia o que se passava na empresa, sendo que 52% acham que ela sabia da corrupção e deixou continuar e 25% acham que ela sabia, mas nada pôde fazer.

O pior para a imagem pessoal de Dilma é o fato que seis em cada dez brasileiros acreditam que ela mentiu na campanha eleitoral do ano passado; 46% acham que ela mais mentiu do que falou verdade e 14% acham que ela só mentiu. Em geral, quando a economia vai bem, a imagem dos políticos melhora. Mas, neste momento, a expectativa em relação à economia piorou. Na campanha, 6% achavam que a economia iria piorar. agora são 26% que estão com esta expectativa negativa. Nestes primeiros 45 dias de mandato, Dilma Rousseff ficou muito recolhida, tentando se proteger do noticiário negativo sobre a corrupção na Petrobras. No entanto, com as notícias sobre renúncia coletiva da diretoria e, principalmente, as notícias sobre desvios de milhões e milhões da companhia por corrupção, Dilma acabou identificada com os acontecimentos.

Ou seja, o teflon acabou.

Comentários

comments

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.