WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
nova mrv

PMVC

FTC



safernet br
novo horizonte

aky veiculos

natanael falar e arte

VÍDEO: Meninos Gustavo e Rafael já estão com o pai de um deles e seguem para Conquista

Garotos foram retirados de casa de acolhimento na tarde desta sexta-feira (28). Eles fizeram exame de corpo de delito, que não apontou sinais de agressões.

fonte_blogdomarcelo| Redação.BDM

Já estão a caminho de Vitória da Conquista os meninos Gustavo dos Santos Pereira, 9 anos, e Rafael Reis, de 10 anos (sobrinho e tio). As informações acabam de ser confirmadas na Rádio CBN.

 

 

O pai de um dos meninos chegou à São Paulo há cerca de 2 horas, indo direto ao encontra dos garotos, que estavam desde ontem em uma casa de acolhimento.

Antes de serem liberados, a pedido do delegado responsável pelo caso, Gustavo e Rafael foram submetidos a exame de corpo de delito, para verificar se sofreram algum tipo de violência ou maus tratos. Segundo a conselheira tutelar que atendeu a família, não foi identificado nenhum sinal de violência. À Polícia os meninos disseram que fugiram por que queriam tentar a “carreira artística”. O aliciado que os trouxe continua sendo investigado, mas ainda não foi identificado. O pai de um dos garotos assinou um termo de compromisso e o caso será acompanhado pelo Conselho Tutelar em Vitória da Conquista.

 

Localização após o desaparecimento

Gustavo e Rafael desapareceram na madrugada da última quarta-feira (26). Descobriu-se que eles e um homem, suspeito de sequestrá-los, foram para São Paulo de carona. Chegando na capital paulista, desceram de um caminhão próximo ao Terminal Rodoviário do Tietê. Lá o rapaz então mandou Gustavo e Rafael venderem balas na região. Pegou com eles o dinheiro, cerca de R$40, e mandou que os encontrasse na Praça da Sé. O homem desapareceu e foi aí que Gustavo e Rafael perceberam que caíram em uma cilada.

 

Uliane da Silva, mulher que denunciou a situação dos meninos, disse que achou estranha a atitude deles de pedirem orientação para irem ao Centro de SP. Ela seguiu Gustavo e Rafael até a Praça da Sé e então acionou a Guarda Municipal, que conseguiu com os garotos o contato com a família. Foi o desfecho de horas intermináveis de aflição de desespero.

 

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.