Além de terem um show cancelado, apresentações da dupla de irmãos raramente lotam hoje em dia. Victor foi a um programa de rádio esclarecer suposta agressão à esposa.

| Redação.BDM

Não está nada fácil para a dupla Victor e Leo. Eles, que estavam há pouco tempo no júri do The Voice Kids, agora enfrentam dificuldades para lotar os seus shows.

Além de terem um show cancelado, que ocorreria no dia 14 de junho no Rio Grande do Sul, os shows da dupla de irmãos raramente lotam hoje em dia, após o envolvimento de Victor em um caso de polícia por agressão à sua esposa. De acordo com Keila Jimenez, do R7, as apresentações de Victor & Leo, que costumavam ter ingressos esgotados meses antes, agora sofrem queda de demanda. Show em que acontece nesta quarta-feira (19), em Porto Alegre, tem ainda muitos ingressos à venda. Outro show marcado para São Paulo, no sábado (22), também tem ingressos disponíveis. No vídeo, Victor fala sobre agressão à esposa:

Para piorar, o nome da dupla sertaneja já foi retirado do destaque das atrações de alguns rodeios e grandes festas juninas marcadas neste ano. Também já é dado como certo que os irmãos não serão mais jurados da próxima edição do programa musical da Globo dedicado ao público mirim. A produtora acendeu sinal de alerta e deu prioridade ao “controle de danos” à imagem da dupla.

Desabafo em programa de rádio

Indiciado por agressão à mulher, Poliana Bagatini Chaves, o sertanejo Victor Chaves, da dupla com Leo, fez um desabafo sobre o caso nesta quinta-feira (20). Em entrevista à Rádio Gaúcha, no programa ‘Timeline’, o cantor decidiu falar sobre o assunto, que começa a afetar a carreira. A dupla teve um show cancelado no Rio Grande do Sul, após inquérito policial.

“Esse turbilhão não existe dentro de mim. É um turbilhão de mídia. Óbvio, passei por um momento bastante duro, delicado e difícil. Principalmente, com o julgamento das pessoas sobre aquilo que nem sabem. Não disse o que houve, e alguém diz assim: ‘Nossa, o que você fez é imperdoável’. Outras pessoas dizem: ‘Estamos com você’. Ou seja, tomam um lado. Respeito tudo, mas depois que passou aquilo que estava internamente sendo aflitivo, o turbilhão continuou na forma como as pessoas julgam e condenam sem buscar nenhuma informação”, observou. // TV Foco . Bocão News.

Comentários

comments