WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
mrv 2

ftc

diamantina toyota

novo horizonte

cdl vca natal

colegio opcao

Bahia: Polícia Civil investiga provável execução do PM Victor Reis Pereira na BA-400

Crime pode ter ligação com o histórico do irmão de Victor, que está preso. Policia militar foi morto na manhã desta sexta (12), em Entre Rios.

Um policial militar foi morto a tiros na manhã desta sexta-feira (12) em Entre Rios, município a 128 km de Salvador. O soldado Victor dos Reis Pereira, 33 anos, estava de moto a caminho do trabalho, na cidade de Cardeal da Silva, quando foi surpreendido por quatro homens que estava a bordo de um carro. De acordo com informações do Major Ivan, comandante da 56ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Entre Rios), Victor estava transitando por um trecho da BA-400, que pertence a Entre Rios, quando os homens avançaram com o veículo modelo Golf de cor vermelha em sua direção.

Victor dos Reis Pereira foi morto a tiros  â?? Foto: Reprodução/Facebook

Após surpreender o PM, os suspeitos efetuaram os disparos e fugiram do local. O policial não resistiu aos ferimentos e morreu antes mesmo de receber atendimento médico. O crime aconteceu no bairro de Cidade Nova, localidade afastada do centro comercial de Entre Rios, às margens da via que liga o município a Cardeal da Silva. Segundo testemunhas que estavam em um lava-jato próximo ao local do crime, o PM não teve tempo de reagir e foi pego de costas pelos homens.

Ainda de acordo com o major Ivan, Victor tinha um comportamento considerado tranquilo e não havia comentado com os colegas de trabalho que estava recebendo ameaças. A Secretaria da Segurança Pública (SSP), informou que o crime pode ter ligação com o histórico do irmão de Victor, que está preso cumprindo pena por homicídio. Segundo o portal Correio, segundo o major, o irmão do PM, há aproximadamente seis anos, matou a namorada. Para ele, não pode ser descartada a hipótese de que o homicídio teria relação com a morte da cunhada do policial. “Não podemos descartar, mas a família de Victor era muito tranquila e queria a Justiça pelo estado”, comentou. A SSP-BA informou ainda que o Departamento de Polícia do Interior (Depin) investiga o caso. A SSP disse que dará todo o apoio à família do soldado que deixou um filho de seis anos.

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.