WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
mrv 1

pmvc iptu

pmvc iptu

diamantina toyota

fainor

natanael tocoto

Atirador identificado: Vídeo mostra tiroteio em Catedral de Campinas. Quatro morreram

Segundo delegado que investiga tiroteio, Euler Fernando Grandolpho não tem antecedentes criminais. Ainda não há informações sobre os motivos do crime.

O atirador que matou quatro pessoas e se suicidou na Catedral Metropolitana de Campinas (SP), no início da tarde desta terça-feira, 11, é Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos. A informação foi divulgada pelo delegado José Henrique Ventura, da Polícia Civil, que investiga o caso, em pronunciamento a jornalistas em frente à igreja. Grandolpho foi identificado por meio de sua carteira de habilitação que, segundo o delegado Ventura, estava dentro de uma mochila encontrada na igreja. Imagens de uma câmera de segurança da Catedral Metropolitana de Campinas (SP) mostram o momento em que Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, atira e mata cinco pessoas no início da tarde desta terça-feira, 11. Assista:

No vídeo é possível ver o atirador sentado em um dos bancos da igreja, até que de repente se levanta e atira contra pessoas que estavam sentadas atrás dele. Em seguida, cinco pessoas do outro lado do salão correm para fora da igreja e duas delas caem ao chão, enquanto uma das que estavam sentadas atrás do criminoso consegue se levantar e tenta sair também. Neste momento, Grandolpho, no corredor central da catedral, dispara novamente em sua direção, mas não é possível ver se a vítima foi atingida. Euler Grandolpho, então, recarrega sua pistola e atira em direção ao altar da igreja. Cada pente de munição da arma tem 11 balas. Ao mesmo tempo, é possível ver que uma mulher, escondida logo atrás do banco onde o atirador estava inicialmente sentado, se levanta e corre para fora da catedral.

Imagem mostra interior da Catedral, em Campinas â?? Foto:  Anderson de Oliveira

Conforme o delegado José Henrique Ventura, depois de recarregar a arma, Grandolpho deu mais 10 disparos e, com a última munição, se matou com um tiro na cabeça. Na parte final do vídeo, dois policiais militares aparecem entrando na igreja e indo em direção ao altar. Segundo o major Adriano Augusto, comandante do 8º Batalhão da PM, o criminoso só parou de atirar após ser atingido pelos PMs. Ferido na lateral do corpo, na altura do abdômen, Grandolpho se suicidou. “Caso a PM não tivesse agido como agiu, como ele ainda tinha 28 balas nos pentes, poderia ter havido uma tragédia maior”, disse Augusto a jornalistas. “Os policias observaram como ele (Euler) manuseava a arma, o que indicava certa habilidade, para aguardar as pessoas se abaixarem para agir”, completou.

A CNH de Euler Fernando Grandolpho, o atirador que matou quatro pessoas â?? Foto: Daniel Mafra/EPTV

Quem é o atirador?

Conforme o perfil de Euler Grandolpho no Facebook, ele nasceu em Campinas, mas vivia a cerca de 10 quilômetros dali, em Valinhos (SP). Na rede social, em que aparece de óculos escuros na única foto disponível, ele tem apenas oito amigos e duas postagens. Ainda no Facebook, Grandolpho informava que estudou na Unip e no Colégio Técnico da Unicamp. Conforme José Henrique Ventura, o atirador era analista de sistemas e não tinha antecedentes criminais. Euler Grandolpho também foi Auxiliar de Promotoria no Ministério Público de São Paulo entre dezembro de 2012 e julho de 2014. O delegado disse que a polícia vai até a casa do criminoso, em Valinhos, para iniciar a apuração sobre o que levou o atirador a cometer o atentado. Até o momento, diz ele, não há “nenhuma informação sobre motivação”.

 Homem matou quatro pessoas na Catedral Metropolitana de Campinas â?? Foto: DENNY CESARE/CÃ?DIGO19/ESTADÃ?O CONTEÃ?DO

Carros da perícia ao lado da Catedral, em Campinas â?? Foto: Fernando Evans / G1

Homem matou fiéis durante missa na Catedral de Campinas â?? Foto: Arte / G1

Comentários

comments

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.