WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
mrv 2

diamantina

colegio opcao

aky veiculos

natanael tocoto

Tristeza: Diarista baiana e o filho morreram abraçados em desabamento no Rio de Janeiro

Natural da cidade de Itaberaba, na Chapada, diarista vivia em outra localidade do Rio. Ela deixou um filho de 15 anos, que mora com o pai.

A diarista baiana que morreu com o filho no desabamento de dois prédios na comunidade de Muzema, Zona Oeste do Rio de Janeiro, morava na região há apenas um ano, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (15) pelo ex-companheiro dela e pai do menino. Zenilda Bispo Amorim tinha 38 anos, e o filho, Juan Amorim Rodrigues, tinha 10 anos. Eles foram encontrados praticamente abraçados, no sábado (13) à noite, mais de 24h após a tragédia.

Resultado de imagem para muzema



Os prédio desabaram na manhã da sexta-feira (12). Além de Zenilda e do filho, outras 9 pessoas morreram e 13 seguem desaparecidas, segundo o Corpo de Bombeiros. A diarista é natural de Itaberaba, na Chapada Diamantina, mas, segundo informações de familiares, morava no Rio de Janeiro há mais de 20 anos. Ela foi para a cidade para ficar com o ex-companheiro, que se mudou para procurar trabalho e acabou se firmando. O casal estava separado desde o ano passado. O ex-companheiro de Zenilda voltou para a Bahia com um dos filhos do casal, de 15 anos. Já Juan ficou com a mãe, na cidade onde nasceu. Eles foram enterrados nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro. Não há detalhes sobre o sepultamento.

Resultado de imagem para muzema

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, close-up

Comentários

comments

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.