WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
nova mrv

PMVC

FTC



safernet br
diamantina

fainor

novo horizonte

aky veiculos

natanael falar e arte

Dicas para sua carreira: Como criar um plano de estudos para o vestibular?

Para te ajudar ajudar a chegar no dia da prova preparado, veja as dicas que separamos para você!

Está chegando o momento de fazer vestibular e você, pensando em se preparar bem, se inscreveu em um cursinho pré-vestibular on-line mas sente que não está aproveitando muito? Provavelmente, você não montou um plano de estudos realista antes de começar. Para realmente estudar para uma prova tão séria como o vestibular, é preciso organização e dedicação constante. Para te ajudar ajudar a chegar no dia da prova preparado, veja as dicas que separamos para você!

Entenda sua rotina

Sua intenção pode até ser deixar tudo de lado para se dedicar completamente aos estudos, mas além disso ser impossível, não é recomendado. Você ainda precisa ir para a escola, para o trabalho, para o curso, fazer refeições completas, ir ao médico, sair com a família e amigos… Enfim, você precisa viver. Coloque no papel tudo o que você necessita fazer normalmente e planeje sua hora de estudo para se encaixar na sua rotina normal. Não exclua atividades importantes mas entenda que esse período de estudos pode pedir um pouco de sacrifícios. É importante que você separe um horário fixo para seus estudos, assim, fica mais fácil seguir o cronograma com constância. Contudo, esteja preparado para imprevistos. Se possível, estude mais de uma hora por dia de segunda à sexta. Não adianta estudar por muitas horas apenas um dia na semana, não será suficiente para memorizar o conteúdo estudado.

Conheça a prova

Você pretende fazer apenas o Enem? Ou vai prestar algum vestibular específico como a FUVEST ou o exame do ITA? Saiba que cada prova é diferente e você precisa estar preparado para o modelo específico. Pesquise os conteúdos que mais caem em cada prova para que você possa priorizá-los. Entenda também como a matéria costuma ser cobrada nessa prova e esteja preparado para esse estilo. O Enem, por exemplo, apresenta questões longas que dependem bastante de suas capacidades interpretativas, enquanto o exame do ITA cobra conceitos específicos em que é preciso, por exemplo, decorar uma fórmula matemática complexa.

Separe o conteúdo

Depois de decidir o melhor horário e frequência para estudar e entender o que você precisa estudar, é hora de encaixar todas essas matérias em seu cronograma. Não adianta ver tudo todo dia, você não vai conseguir se aprofundar em nenhum assunto. Nesse caso, primeiro, separe as matérias que têm mais dificuldade daquelas que você domina. As que entende bem, você pode aproveitar para pular o conteúdo teórico e fazer exercícios. Dessa forma, estude apenas detalhes específicos que possa ter esquecido e economize tempo. Se perceber que não consegue fazer os exercícios com facilidade, coloque na lista dos assuntos difíceis. Uma vez separada as matérias, priorize os assuntos difíceis mas não os estude de uma vez. Você pode, por exemplo, estudar um assunto por dia. Português e literatura na segunda, matemática na terça, história e geografia na quarta e assim por diante.

Faça pausas

Durante seus estudos, é muito importante manter o foco. Ficar olhando o celular de cinco em cinco minutos não vai ajudar em nada. Contudo, é muito importante que você faça pequenas pausas para descansar e absorver conteúdo. Se preferir, use uma técnica como a Pomodoro, que separa as tarefas em 25 minutos de trabalho com 5 minutos de descanso. Nesses momentos, você pode ir pegar um café, conferir as mensagens ou deitar por um momentinho para descansar. O importante é não passar muito tempo focado na mesma tarefa, além de, eventualmente, seu cérebro parar de absorver o estímulo, você vai ficar entediado e não vai querer mais estudar todo dia, não importa quão motivado esteja.

Faça muitos exercícios

Você pode achar essa dica um pouco óbvia, mas, na verdade, um erro que muitos estudantes cometem é focar na parte teórica e, consequentemente, fazer poucos simulados. De nada adianta você entender todo o conteúdo se não souber como aplicar, especialmente, do jeito que o vestibular pede. Faça exercícios e simulados todos os dias! Você pode, por exemplo, fazer exercícios específicos da matéria que estudou no dia e, aos sábados, fazer um simulado completo com tudo o que viu na semana. Assim, você chega para o vestibular sabendo exatamente o que esperar. Além de facilitar no fazer da prova, você estará mais calmo sabendo o vem pela frente.

Seja flexível

Seu cronograma de estudos não está gravado na pedra, você pode ajustá-lo sempre que precisar. Se sua rotina mudar ou se ele não fizer mais sentido para você, altere sua programação. Apenas tenha a certeza que você irá manter uma boa frequência, não deixando o estudo apenas para quando lembrar ou para última hora.



Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.