WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
mrv 2

secom ba novo aeroporto

ftc

diamantina

novo horizonte

colegio opcao

aky veiculos

natanael tocoto

Imagens fortes: Ex-presidiária é executada a tiros na frente da filha, nesta noite na Bahia

Indivíduos em uma moto chegaram e perguntaram à Maria Elza Gonçalves de Sá, de 39 anos, se ela tinha crack. Foi quando um deles começou a atirar.

A Polícia Militar foi acionada por populares, no início da noite desta quarta-feira, 15 de maio, informando de um homicídio consumado na Rua Santa Lúzia, no Bairro Irmã Dulce, na cidade de Teixeira de Freitas. Duas guarnições foram deslocadas para o local e constataram a veracidade das informações, sendo o crime informado ao delegado plantonista, Charlton Bortolini, que se deslocou juntamente com uma equipe de Peritos do DPT para o local.

CLIQUE AQUI, imagens fortes.



A vitima foi identificada como sendo, Maria Elza Gonçalves de Sá, de 39 anos, que já havia cumprido pena no Conjunto Penal – CPTF, por tráfico de drogas, e que segundo informações, ela vinha sendo ameaçada de morte, por não querer mais participar da venda de drogas naquela região. A filha da vítima estava com ela no momento em que chegou os dois suspeitos em uma motocicleta, modelo Honda/Tintan FAN, de cor vermelha, de placa não anotada. Os criminosos pararam a motocicleta próximo às duas, que estavam na porta da casa delas, e perguntaram: “Tem pedra de crack aí para vender”?

Neste momento a Maria Elza respondeu: “Não mexo mais com isso”. Foi quando os suspeitos sacaram, cada um de uma arma, sendo que o carona, estava com uma arma tipo pistola, e o piloto com outra tipo revólver, e mandou que a filha da vítima que preferiu não ser identificada, se afastasse, e atiraram por várias vezes contra a Elza, que foi atingida por quatro tiros na região da cabeça, e um próximo ao quadril, vindo à óbito no local. Os peritos encontraram um cartucho intacto caído ao chão, e outras três capsulas do mesmo calibre, sendo .32, no local. O corpo da vitima foi removido ao IML, onde passará por necropsia, nesta quinta-feira (16), sendo liberado posteriormente aos familiares. Um inquérito policial foi aberto para apurar a motivação do crime, e a possível identificação dos autores. O procedimento será encaminhado para os delegados do NHT, Manoel Andreetta e Bruno Ferrari, para que possa dar continuidade às investigações. // Liberdade News . Imagem: Rastro 101.

Comentários

comments

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.