WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc

secom bahia

uniftc





safernet br
fainor

aky veiculos

uber eats

natanael falar e arte

Imagens fortes: População lincha, esquarteja e incendeia suspeito de matar criança estuprada

Dezenas de pessoas invadiram a delegacia onde Ronald Gomes Borges, 28, estava detido e promoveram seu linchamento. Vídeos macabros circulam nas redes de compartilhamento.

Um suspeito de ter estuprado e matado um criança de apenas 10 anos foi morto por moradores dentro da delegacia em que foi detido pouco após o crime. Tudo aconteceu no município de Fonte Boa, no Amazonas, na sexta-feira (17). As informações são do Uol. A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas informou que dezenas de pessoas invadiram a delegacia onde Ronald Gomes Borges, 28, estava detido e promoveram seu linchamento. Vídeos divulgados nas redes sociais mostram que o suspeito teve o corpo esquartejado e queimado após o linchamento. Assista com cautela . Imagens fortes:

Vídeo 1 . Vídeo 2 . Vídeo 3 . Vídeo 4 . Vídeo 5



O delegado Mário Alves, responsável pela 55ª DIP (Delegacia Interativa de Polícia) de Fonte de Boa, que investiga o caso, informou ao Uol que a menina de dez anos, identificada como Elcleciane Nascimento Duarte, foi estuprada e morta na tarde de quinta-feira (16), por volta de 14h, na casa de Ronald. A menina costumava ir à casa dele para ajudar a companheira do suspeito a fazer bolos e biscoitos.

A criança teria sido levada por ele a um dos quartos da casa e recebido a proposta de fazer sexo em troca de R$ 40. Como não aceitou e tentou fugir, a criança teria sido agarrada pelo braço e estuprada. O delegado informou que, após o ato, Ronald teria aplicado um golpe chamado “mata-leão” na menina, que ficou desfalecida. O homem, então, teria usado uma corda para asfixiá-la novamente, momento em que a garota teria morrido. O corpo da vítima foi deixado embaixo de uma cama.

Resultado de imagem para Ronald Gomes Borges

Por volta das 19h, a esposa do suspeito teria entrado no quarto e encontrado o corpo da criança. Mesmo sob ameaças, a companheira contou à família da menina o que havia acontecido. A Polícia Militar foi acionada e encontrou o suspeito em uma mata, levando-o preso para a delegacia local. Durante o ataque, a delegacia em que ele estava foi depredada e três viaturas foram incendiadas. A polícia verificou que já existia um mandado de prisão em aberto em nome de Robert, expedido no dia 22 de agosto de 2019, também por um estupro, ocorrido em 2017.

Resultado de imagem para Ronald Gomes Borges

Resultado de imagem para Ronald Gomes Borges

Resultado de imagem para Ronald Gomes Borges



Comentários

comments

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.