WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc IPTU 2020





safernet br
fainor

fainor

aky veiculos

uber eats

natanael tocoto

Coronavírus: Médico do Albert Einstein confirma eficácia do “Cloroquina”, mas faz alerta. VÍDEO

Dr. Claudio Lottenberg diz que medicamento, indicado para malária e artrite reumatoide, deve ser utilizado apenas sob prescrição médica.

Presidente do Conselho do Hospital Albert Einstein e conselheiro consultivo da Unicef, o médico Claudio Lottenberg compartilhou um vídeo em suas redes sociais nesta quinta-feira (19) sobre o uso do medicamento cloroquina para tratamento do coronavírus. De acordo com ele, a droga tem efeito positivo contra a doença, mas deve ser usada apenas sob prescrição médica. Assista:



“Parece que essa medicação tem um efeito dentro da célula, mexendo com o pH celular e com isso interferindo na multiplicação do vírus dentro da célula. Portanto, podendo ter efeito positivo nos casos que tem doença”, disse o médico. A cloroquina é utilizada há mais de 70 anos no combate aos efeitos da malária e no tratamento de artrites reumatoides. “Estou preocupado, porque tem gente saindo para comprar para tomar profilaticamente isso, não é para fazer isso. Tem que ser com prescrição médica”, alertou o profissional. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já fez ressalvas, por meio de nota, sobre a aplicação do remédio no combate ao coronavírus.

Resultado de imagem para Claudio Lottenberg

“Apesar de promissores, não existem estudos conclusivos que comprovam o uso desses medicamentos para o tratamento da covid-19. Portanto, não há recomendação da Anvisa, no momento, para a sua utilização em pacientes infectados ou mesmo como forma de prevenção à contaminação pelo novo coronavírus”, declarou o órgão. Também nesta quinta, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, determinou que a entidade reguladora de medicamentos do país acelerasse o processo de aprovação para potenciais drogas que tenham efeito contra a doença, entre elas a cloroquina. A decisão de Trump ocorreu um dia depois de o grupo francês Sanofi anunciar que pode disponibilizar rapidamente milhões de doses do remédio para tratamento da doença. // Revista Forum.





Comentários

comments

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.