WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc abring





safernet br
tivic

fainor

aky veiculos

natanael tocoto

Covardia: “Possessivo, ciumento e violento”, diz família de arquiteta morta pelo marido

Thayane Nunes da Silva, encontrada sem vida nesta quinta-feira (2) em seu apartamento. Suspeito fugiu e foi preso após provocar grave acidente em rodovia.

Uma prima da arquiteta Thayane Nunes da Silva, achada morta dentro de seu próprio apartamento, estava no mesmo imóvel com o namorado na hora do crime. A testemunha, que não teve a identidade revelada, teria tentado ajudar a parente ao ouvir uma briga da vítima com o marido, Gilton Santos Pinto, suspeito de cometer o crime por ciúme.



A delegada Bianca Gebara, responsável pelas investigações do caso, disse em entrevista ao G1 que a prima da vítima tentou interromper uma discussão. Segundo a investigadora, em depoimento na Delegacia de Homicídios da Capital, parentes afirmaram que Gilton era uma pessoa “possessiva” no relacionamento.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, óculos de sol

“Eles relataram que ele era possessivo e ela, tranquila. Quando o crime aconteceu, na casa deles em Campo Grande, a prima da vítima estava dentro da residência e ouviu a discussão. Ela bateu na porta pedindo socorro e ele saiu. Mas a vítima já estava sem vida”, disse a delegada. “Ele estava saindo do cômodo após a discussão do casal. Ele dizia que iria atrás do suposto amante da vítima. Pegou o carro da vítima e foi em direção à Angra dos Reis”, completou Gebara.

Preso em flagrante em hospital

Gilton Santos Pinto ainda não foi ouvido pelos policiais porque está sedado em um hospital e irá passar por uma cirurgia. Ele se envolveu em um acidente de trânsito, onde nove pessoas ficaram feridas. “Ele está sedado e vai passar por cirurgia. Não conseguimos ouvi-lo por conta da internação hospitalar. Testemunhas no local, que presenciaram a discussão do casal, informaram que ele teria dito que estava indo atrás do suposto amante da vítima. Ele pegou o carro da vítima e foi em direção a Angra dos Reis”, disse Bianca.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo

“Ele foi preso em flagrante e vai responder por feminicídio na investigação da Delegacia de Homicídios. Ainda tem a questão do acidente que teve vítimas, mas está a cargo da 166ª DP, eles vão investigar” completou a investigadora. Em rede social, Gilton postou um vídeo em que pede “mil desculpas pelo que aconteceu” — mas não disse pelo quê. O vídeo foi apagado na sequência.

Assassinada por ciúmes

Uma testemunha disse em depoimento à polícia que Gilton Santos Pinto matou por ciúmes a arquiteta Thayane Nunes da Silva, encontrada sem vida nesta quinta-feira (2) em seu apartamento em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. As informações são da delegada Bianca Gebara, da Delegacia de Homicídios da Capital.

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up e atividades ao ar livre

“Parentes que estavam na residência do casal presenciaram discussões por motivos de ciúmes e ela pedindo socorro, presa dentro… trancada dentro de um cômodo. Nesse momento, ele abriu a porta e eles viram ela já caída ao solo, já sem vida. E uma das testemunhas pela janela tinha presenciado ele cometendo uma esganadura, que foi quando ele apertou o pescoço com as mãos e morreu por asfixia”, disse a delegada. De acordo com a Polícia Militar, o casal brigou em um quarto do apartamento e os vizinhos ouviram a discussão. Quando os policiais chegaram ao condomínio, o marido teria fugido e Thayane já estava morta. Ela foi estrangulada. Thayane tinha mais de 40 mil seguidores e mostrava para eles uma rotina de casal apaixonado com o marido. Ela também exibia viagens e outra paixão: os exercícios físicos. Gilton postava frases de amor e sempre aparecia com a mulher. // G1.

Suspeito de cometer feminicídio se envolveu em acidente na Rio-Santos — Foto: Reprodução

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up



Comentários

comments

Leia também no VCN: