WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
ftc embasa

Destaque 2
Emprego: Empresa de RH anuncia vaga para trabalho no Hospital de Base de
Conquista
Destaque 2
Sudoeste: Jovem é morta a tiros nesta noite de sexta em Poções. Vítima foi identificada e está no IML
Conquista: Container é removido da Praça do BNH. PMVC recomenda dono a seguir “tramites”
Destaque 4
Violência: Jovem é executado dentro de uma van, na noite desta quinta-feira em
Candeias
divisor

Tempo Nuvens
Sábado, 21/10/2017
(clique na imagem para assistir)
busca por titulos


BATV . 20/10/2017



• BLOCO 1

• BLOCO 2

• BLOCO 3

Busca por Data
outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
label motovlog
label motovlog

MOTOVLOG: REPARO DE EMERGÊNCIA NA MOTO

(clique na imagem para assistir)
(Motovlogs Anteriores: clique aqui)


diamantina toyota fainor

BBB 10: Ana Maria Braga visita a casa e cozinha para os brothers

do Globo.com

“Até trouxe o meu avental e quero duas pessoas pra me ajudar a fazer o arroz”, diz a apresentadora do “Mais Você”

Ana Maria Braga visita a casa

Os brothers correm para o jardim e veem a apresentadora Ana Maria Braga, que abraça todos e chama cada confinado pelo seu nome. “A gente estava doido para ver você”, diz Anamara. A apresentadora conta que veio cozinhar para os brothers. “Eu vim aqui pra fazer uma comidinha. Vocês estão com fome?”, pergunta.

Ana Maria Braga pede a ajuda dos participantes para fazer o almoço. “Até trouxe o meu avental e quero duas pessoas pra me ajudar a fazer o arroz”, diz. Dourado e Anamara se oferecem e já vão para a bancada.

Cadu, Dicesar, Lia e Michel, que perderam a Prova da Comida e estão no Puxadinho, perguntam se podem assistir. “Vocês hoje vão poder comer”, conta a apresentadora, que deixa um livro de receitas autografado com a líder Fernanda. “É meu livro. São 100 receitas desses dez anos, as melhores”, completa.

Marcado pelo bloqueio da poupança, Plano Collor completa 20 anos

do G1

Inflação seria combatida na demanda: sem dinheiro, é impossível consumir. Para professor, plano era inaplicável e levaria a quebra dos bancos

Há 20 anos, em março de 1990, o presidente Fernando Collor de Mello iniciava seu mandato com um plano econômico que prometia acabar com a maior vilã da economia na época, a inflação, com um só golpe. Para isso, abandonou as estratégias de congelamento de preços de medidas anteriores, como o Plano Cruzado, e apostou suas fichas na redução da quantidade de dinheiro em circulação no país, com o bloqueio de aplicações financeiras.

Relembre: Fernando Collor anuncia plano econômico em 1990:

Quando Collor assumiu, a inflação brasileira estava perto de 2.000% ao ano. No segundo semestre de 1989, segundo Carlos Eduardo Carvalho, professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), a alta dos preços saiu de controle. Desde o início dos anos 1980, apesar dos índices muito altos, o professor diz resultado era mais ou menos previsível. “A gente projetava 13%, dava 14% ou 12,5%. Mas dava para ter uma ideia.”

Diante do cenário de hiperinflação que se configurava na época, o raciocínio por trás do bloqueio da poupança era simples: reduzir a quantidade de dinheiro girando na economia, para que as pessoas não tivessem como comprar, controlando assim os preços. De acordo com Carvalho, o Plano Cruzado havia deixado uma lição: com dinheiro na mão, a população vai às compras; e com a demanda em alta, os preços voltam a subir.

Além de tirar o dinheiro de circulação – prometendo a devolução 18 meses depois, em parcelas e com remuneração pré-fixada –, o governo também baixou outras medidas de austeridade, lembra Paulo Mansur Levy, professor da PUC-RJ e economista do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea): definiu um plano de redução de quadros públicos e acabou com a correção diária das aplicações pelo “overnight”, que era visto como um “alimentador” da inflação.

José Serra vai se lançar candidato defendendo ‘Estado ativo’

do Estadão

Governador já definiu as diretrizes do discurso, que vão incluir conceitos como o de ‘sociedade influente’

Sinceridade, serenidade, crítica sem agressão, propostas no lugar de promessas são as linhas gerais da campanha presidencial do governador de São Paulo, José Serra, que já estão delineadas e farão parte do discurso dele no ato oficial de lançamento da candidatura, previsto para o fim da primeira semana de abril em Brasília.

As datas mais prováveis são sexta-feira, 9, ou sábado, 10 de abril, dias considerados mais eficazes em termos de aproveitamento nos meios eletrônicos. A decisão de não fazer o ato no início da semana é porque logo depois do feriado da Semana Santa os convidados poderiam ter dificuldades de estar em Brasília.

Definida a agenda, a hora agora é de Serra preparar a transição administrativa do governo de São Paulo e pensar na melhor forma de se apresentar ao eleitorado com um esboço de seu programa de governo, onde o conceito de “Estado ativo” é o fio condutor. Questões políticas ficam para depois. A organização das coligações estaduais será feita em abril e maio, mas a definição do candidato a vice-presidente pode só ocorrer perto da realização da convenção do partido, em junho.

Guns N’ Roses realizam show nostálgico em São Paulo

do R7

Banda toca grandes hits e novidades em quase 3 horas de show

Liderado pelo cantor Axl Rose, o grupo tocou canções do novo disco e os clássicos

É verdade. O Guns N’ Roses não tem mais relevância no cenário do rock atual e não pode nem ser chamada de “a banda mais perigosa do mundo”, como foi um dia. Uma lacuna de quase vinte anos separa a geração que viu o grupo no auge e o público jovem de hoje.
Dito isso, Axl Rose e seus comparsas fizeram um grande show na madrugada deste domingo (14), no estádio do Palmeiras, em São Paulo. A apresentação, prevista para começar no sábado (13) só teve início a 0h37 e acabou às 3h17.

A banda que tocou é completamente diferente da que veio ao Rock in Rio 3 em 2001 (com exceção do baixista Tommy Stinson e do pianista Dizzy Reed). Aquela era um Frankenstein maluco que parecia um freak show sobre o palco. Agora, nove anos depois, Axl parece ter conseguido criar alguma unidade com seus novos colegas.

O Guns atual começa a soar mais orgânico e caminha para ser uma banda verdade e não apenas um amontado de músicos. D.J. Ashba, o integrante mais recente do grupo (ele não gravou nada em Chinese Democracy) surge como uma ótima surpresa, toca muito, tem carisma e agrada a mulherada. Em certos momentos até consegue fazer o público esquecer Slash. Os outros guitarristas – Ron Bumblefoot e Richard Fortus – também mostram raça e virtuosismo em seus instrumentos. Frank Ferrer (bateria) e Chris Pitman (teclados e efeitos eletrônicos) completam o time que dá suporte a Axl.

Eleições 2010: petistas querem Waldir Pires na chapa de Wagner

do A Tarde

Ex-governador Waldir Pires reafirmou sua intenção de entrar na disputa ao senado pela Bahia

O apoio da militância petista à candidatura do ex-governador Waldir Pires ao Senado, na chapa do governador Jaques  Wagner, foi evidenciada nesse sábado, 13, durante o evento de posse da nova diretoria estadual do Partido dos Trabalhadores, no Hotel Sol Barra.  Aclamado pela maioria, o ex-governador reafirmou a sua disposição em participar da disputa, apesar dos discursos de Wagner e do presidente estadual do partido, Jonas Paulo, que defendem a ampliação do leque de alianças para  eleger a ministra Dilma Rousseff à presidência da República e a reeleição do governador.

“Temos que escolher se vamos decidir pela chapa dos nossos sonhos ou por uma chapa que reúna os sonhos e o compromisso de dar continuidade ao nosso projeto político, vencendo as eleições”, assinalou Wagner, que ressaltou o papel do Partido Republicano (PR), do senador César Borges, um dos postulantes à vaga ao Senado federal, e do PDT durante o que chamou de “golpe” sofrido pelo PMDB, que rompeu com o PT no estado, lançando a candidatura  do ministro Geddel Vieira Lima ao governo estadual.

Forças aliadas – “Não vou impor a minha vontade, mas acredito que a chapa que precisamos construir tem que a cara do nosso governo, com velhos e novos aliados”, afirmou Wagner, ressaltando que essa composição seria com um representante das forças aliadas e um representante das esquerdas. “Mas a esquerdas no  sentido amplo, que não é só o PT”.

Embalado, Vitória encara o Bahia de Feira pela segunda fase

do Globoesporte

Leão vem de uma goleada por 4 a 0 sobre o Corinthians Alagoano, na Copa do Brasil. Machucado, Ramon está fora. Rival também tem desfalques

Vanderson volta ao meio de campo do Vitória

Embalado pela goleada de 4 a 0 sobre o Corinthians Alagoano, na última quarta-feira, e a classificação para segunda fase da Copa do Brasil, o Vitória estreia na segunda etapa do Campeonato Baiano, neste domingo, às 16h (horário de Brasília), contra o Bahia de Feira de Santana, no Estádio Joia da Princesa. O Leão terminou a primeira fase com a melhor campanha, 77% de aproveitamento.

O técnico Ricardo Silva conta com o retorno do volante Vanderson, recuperado de um edema na coxa direita:

– Clinicamente, o jogador está liberado. No sábado, ele treinou normalmente e não acusou nenhuma dor, caso queira, Ricardo Silva pode escalá-lo – afirmou o médico Ivan Carilo.

Se Vanderson não for para o jogo, Neto será o substituto. No entanto, quem está fora é o experiente meio-campo Ramon, com uma lesão na panturrilha, e para por, no mínimo, 15 dias. Renato, que estreou na última quarta-feira, está confirmado na posição.

Google encerrará operações na China

do Info Online

Jornal diz que fim das operações na China está próxima: ameaça vem desde janeiro e negociação não evoluiu

As conversas com a China a respeito da censura chegaram a um aparente impasse e o Google diz ter “99,9 por cento” de certeza de que vai encerrar suas operações no país, disse o Financial Times neste sábado.

O jornal citou uma pessoa familiarizada com o pensamento da empresa, segundo a qual, embora uma decisão possa ser tomada em breve, o Google deve esperar algum tempo para levar seus planos adiante.

Isso seria o ideal para concretizar um fechamento apropriado, enquanto a empresa toma medidas para proteger seus empregados locais de retaliações das autoridades, informa o diário.

A China alertou o Google na sexta-feira contra o desrespeito às leis do país, e aumentam as expectativas de uma resolução para uma disputa pública sobre a censura e a segurança na rede.

Fabíola Reipert: Ronaldo Esper se queimou por tirar sarro de Gimenez

do R7

Não foi por acaso que Ronaldo Esper não teve renovado seu contrato com a Rede TV!. Audiência ele dava. Mas mexeu com a pessoa errada: Luciana Gimenez, mulher de um dos sócios da emissora e apresentadora do programa que o estilista tinha um quadro.

Ronaldo Esper no palco do Superpop

Esper vivia cutucando a inteligência de Gimenez. Chegou a perguntar, ao vivo, se ela já havia lido Machado de Assis. Depois disso, o quadro (em que criticava o figurino dos famosos), passou a ser gravado para que as provocações fossem cortadas na edição.

Seguranças de Ronaldo apontam arma para repórter

A Vejinha traz hoje detalhes sobre a vida paulistana do Fenômeno. Uma equipe de reportagem da revista ficou três semanas seguindo o jogador em São Paulo. Um dos assuntos abordados será a casa que Ronaldo foi ver para comprar, no bairro do Jardim Europa, avaliada em R$ 25 milhões.

A revista não deixará de citar um imprevisto que aconteceu com a repórter que foi encarregada de ficar na cola do jogador. Dois seguranças de Ronaldo fecharam o carro da editora Abril e apontaram revólveres para a jornalista e para o motorista…

12%: O pedágio do PT

da Revista Veja

Além de desviar dinheiro da Bancoop, o tesoureiro do partido arrecadava dinheiro para o caixa do mensalão cobrando propina

O novo tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, é uma peça mais fundamental do que parece nos esquemas de arrecadação financeira do partido. Investigado pelo promotor José Carlos Blat por suspeita de estelionato, apropriação indébita, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha no caso dos desvios da Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop), Vaccari é também personagem, ainda oculto, do maior e mais escandaloso caso de corrupção da história recente do Brasil: o mensalão – o milionário esquema de desvio de dinheiro público usado para abastecer campanhas eleitorais do PT e corromper parlamentares no Congresso.

O ELO PERDIDO DO MENSALÃO: O corretor de câmbio Lúcio Funaro prestou seis depoimentos sigilosos à Procuradoria-Geral da República, nos quais narrou como funcionava a arrecadação de propina petista nos fundos de pensão: "Ele (João Vaccari, á esq.) cobra 12% de comissão para o partido"

O mensalão produziu quarenta réus ora em julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Entre eles não está Vaccari. Ele parecia bagrinho no esquema. Pelo que se descobriu agora, é um peixão. Em 2003, enquanto cuidava das finanças da Bancoop, João Vaccari acumulava a função de administrador informal da relação entre o PT e os fundos de pensão das empresas estatais, bancos e corretoras. Ele tocava o negócio de uma maneira bem peculiar: cobrando propina. Propina que podia ser de 6%, de 10% ou até de 15%, dependendo do cliente e do tamanho do negócio. Uma investigação sigilosa da Procuradoria-Geral da República revela, porém, que 12% era o número mágico para o tesoureiro – o porcentual do pedágio que ele fixava como comissão para quem estivesse interessado em se associar ao partido para saquear os cofres públicos.

CAPO: José Dirceu tinha Delúbio Soares (à esq.) e Vaccari como arrecadadores para o mensalão. O tesoureiro atual do PT cuidava dos fundos de pensão

A revelação do elo de João Vaccari com o escândalo que produziu um terremoto no governo federal está em uma série de depoimentos prestados pelo corretor Lúcio Bolonha Funaro, considerado um dos maiores especialistas em cometer fraudes financeiras do país. Em 2005, na iminência de ser denunciado como um dos réus do processo do mensalão, Funaro fez um acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República. Em troca de perdão judicial para seus crimes, o corretor entregou aos investigadores nomes, valores, datas e documentos bancários que incriminam, em especial, o deputado paulista Valdemar Costa Neto, do PR, réu no STF por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Em um dos depoimentos, ao qual VEJA teve acesso, Lúcio Funaro também forneceu detalhes inéditos e devastadores da maneira como os petistas canalizavam dinheiro para o caixa clandestino do PT. Apresentou, inclusive, o nome do que pode vir a ser o 41º réu do processo que apura o mensalão – o tesoureiro João Vaccari Neto. “Ele (Vaccari) cobra 12% de comissão para o partido”, disse o corretor em um relato gravado pelos procuradores.

Lula: “Empresas terão de levar internet para todo Brasil”

do R7

Presidente pressiona telefônicas para oferecerem banda larga aos pobres

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou claro que fará forte pressão para que as empresas de telefonia levem a banda larga de internet para todo o Brasil, durante a cerimônia de abertura da 2ª Conferência Nacional de Cultura, em Brasília, na noite de quinta-feira (11). – Se elas [as empresas] não fizerem isso, o governo o fará.

Lula referia-se ao PNBL (Plano Nacional de Banda Larga) que, segundo ele, vai contribuir para a difusão da cultura no Brasil. Ele afirmou que há seis anos, com os problemas financeiros da empresa americana AES, a rede de fibras ópticas da Eletronet voltou ao controle do Estado.

– Eu achei que seria fácil, era do governo, tem fibras ópticas para tudo quanto é lado, vamos fazer… No entanto, disse o presidente, foi preciso brigar na Justiça durante cinco anos para que a rede voltasse de fato às mãos do Estado. Aí, segundo Lula, quando as empresas perceberam que o governo faria o Plano de Banda Larga, eles responderam: “Nós fazemos, nós fazemos, nós fazemos”.



leia tambem no blog do marcelo

facebook




Blogs





Parceiros
souza filho advogados

andrade contabil


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia