WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia

diamantina toyota

marcos andrade





safernet br
fainor

aky veiculos

pic pay

natanael tocoto

Conquista: Mulher é presa na BR-116 com 45 mil comprimidos de “Boa Noite Cinderela”

Suspeita estava em um ônibus interestadual que fazia a rota Rio de Janeiro X Fortaleza, quando o coletivo foi abordado por agentes da PRF.

Uma mulher foi presa na noite de sábado (17), após ser flagrada com 45 mil comprimidos do medicamento Triexifenid em um ônibus interestadual na BR-116, trecho de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. A informação é da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que fez a prisão e apreensão dos comprimidos. De acordo com a polícia, a droga (cloridrato de triexifenidil), que consta da Portaria nº 344/98 da Anvisa como substância psicotrópica, é utilizada como adjuvante no tratamento de todas as formas de parkinson.



Porém, também é usada em festas rave e para o golpe “Boa Noite Cinderela”, pois suas propriedades anticolinérgicas gera indução de estados mentais alterados, como alucinações e delírios. Sobre a apreensão, a PRF detalhou que o flagrante ocorreu no KM 830 da BR-116, quando a equipe de policiais abordou um ônibus interestadual que saiu do Rio de Janeiro com destino a Fortaleza (CE). Durante a fiscalização, os policiais desconfiaram de uma passageira, que teve um comportamento de extremo nervosismo. Ao solicitar que a mulher, de 23 anos, apresentasse seus documentos e abrisse sua bagagem, a passageira indicou a sua mala, que possuía um cadeado com senha. A jovem dizia não recordar a numeração do segredo, pois a mala era emprestada e pertencia a sua irmã.

Mulher foi presa na BR-116, na Bahia, após ser flagrada com 45 mil comprimidos da droga usada no golpe 'Boa Noite Cinderela' — Foto: Divulgação/PRF

Os policiais solicitaram então que a jovem entrasse em contato com a irmã para que informasse a senha. Após a ligação, na qual a passageira demonstrou-se muito ansiosa, finalmente abriu o cadeado. Dentro da mala tinham algumas peças de roupas e nove sacos plásticos contendo comprimidos brancos, em uma caixa com uma etiqueta parcialmente removida onde estava escrito Artane 5m (cloridrato de triexifenidil). Questionada pelos policiais, a passageira informou que se tratava do medicamento Artane, com dosagem de 5mg, conhecido no Ceará pelo nome de “Aranha”. Ela afirmou ainda que havia pago a quantia de R$ 20 mil pelo produto, para comercializar na capital cearense e que cada comprimido pode ser vendido pelo valor de até R$ 5. A PRF informou que a mulher já tinha passagem por tráfico de drogas. Após ser presa, ela foi encaminhada, bem como os comprimidos apreendidos (09 pacotes contendo o total de 50 sacos de 100 comprimidos cada), para a delegacia de polícia. // G1 Bahia, com dados da PRF-VCA.



Comentários

comments

Leia também no VCN:

Pin It on Pinterest