WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc

secom bahia

uniftc





safernet br
fainor

aky veiculos

uber eats

natanael tocoto

Luto: Morre o forrozeiro Anderson Lima. Entenda a “celulite infecciosa”, doença que o vitimou

No dia 23 do mesmo mês o músico de 34 anos foi liberado, mas a doença se agravou e ele retornou a UPA. Já no Cleriston Andrade ele teve parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Morreu por volta das 11h deste sábado (18), no Hospital Geral Clériston Andrade, o cantor e compositor, Anderson Lima Carneiro, 34 anos, da Banda Forro Fulero. Ele era proprietário da banda. Anderson foi vítima de celulite infecciosa na face, sendo internado no dia 17 de dezembro do ano passado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Hospital Clériston Andrade.



No dia 23 do mesmo mês ele foi liberado, mas a doença se agravou e ele retornou a UPA, mas o médico disse que teria que ficar internado no HGCA porque a infecção poderia atingir outras partes do corpo. No Cleriston ele teve parada cardiorrespiratória e foi internado na UTI, onde não resistiu. O radialista Gel Cassiano lamentou a morte do irmão. “Anderson era muito querido, fundou a própria banda e tinha uma agenda lotada de shows. Anderson vai deixar saudades?, lamentou. O corpo está sendo velado na Pax Bahia na Avenida Centenário, bairro SIM, em Feira de Santana. Anderson chegou a fazer um vídeo para as redes sociais relatando o ocorrido. Assista:

O que é a celulite infecciosa?

A celulite infecciosa, também conhecida como celulite bacteriana, é causada pelo ataque de bactérias que penetram na pele do paciente através de um corte, ferida, úlcera, bolha ou até por uma micose nos pés. De acordo com a médica, os sintomas mais comuns são: vermelhidão intensa na pele, dor e inchaço, podendo desencadear febre, tremores e mal-estar no paciente com essa infecção. “Esses sintomas também podem ser sinal de outros tipos de infecção na pele. O melhor é consultar um médico dermatologista para o diagnóstico correto e tratamento adequado”, recomendou.

Resultado de imagem para celulite infecciosa

Como a celulite bacteriana é transmitida?

A Dra. Giselle explica que a celulite não é contagiosa, pois não se pega facilmente de uma pessoa para outra. “Porém, se houver uma ferida ou doença de pele, como dermatite, que acaba rompendo a barreira cutânea, existe um risco mais elevado da bactéria conseguir penetrar na pele”. O tratamento deve ser feito com antibióticos o mais rápido possível para evitar desconforto e diminuir o risco de complicações para o paciente. Lembre-se: a celulite bacteriana só consegue ser curada quando o paciente recebe a terapia adequada. “O tratamento dura de sete a 21 dias e não costuma deixar sequelas. Normalmente, os sintomas melhoram em dez dias após o início dos antibióticos, mas, se piorarem, pode ser necessário mudar de antibiótico ou até ficar internado no hospital, para fazer a medicação diretamente na veia e evitar que a infecção se espalhe pelo corpo”, disse a dermatologista. // Acorda Cidade, com informações da Drª. Giselle Sanches // CRM: 117116.


A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, tocando um instrumento musical, barba e atividades ao ar livre



Comentários

comments

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.