WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
nova mrv

PMVC

Embasa



safernet br
novo horizonte

aky veiculos

natanael tocoto

Horror: Monstro que matou a esposa e a filhinha de 7 meses se apresenta. Imagem forte

Após estrangular a mulher e a bebê, o acusado desovou os corpos em locais diferentes. A mulher foi achada em uma cacimba e a bebê às margens de uma lagoa.

Um comerciário, vendedor e funcionário de uma rede de sapatarias, está preso na carceragem do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Fortaleza, onde se apresentou e confessou ter assassinado a esposa e a filha do casal, uma criança de apenas 7 meses de vida. Os crimes ocorreram no último domingo (27), no bairro Sapiranga-Coité.

CLIQUE AQUI, imagem forte.



No DHPP, o suspeito alegou ter sido ameaçado de morte e forçado por bandidos de uma facção do bairro a se apresentar à Polícia e confessar os crimes. O vendedor, que não teve seu nome ainda divulgado, matou a esposa, Luana dos Anjos, 21 anos; e a filha do casal, a pequena Maria Louise, de 7 meses, por meio de estrangulamento. Os corpos, porém, foram ocultados em locais diferentes, a cerca de um quilômetro um do outro, para dificultar a investigação policial. No começo da manhã de domingo, o corpo da pequena Maria Louise foi encontrado por moradores do bairro Sapiranga-Coité nas margens da Lagoa do Soldado. A Perícia comprovou que a criança teria sido morta por estrangulamento ou sufocação.

Cerca de quatro horas depois, a Polícia voltou a ser acionada para o mesmo bairro diante da localização do corpo de uma mulher, ocultado em uma cacimba nos fundos de uma casa abandonada localizada na Rua Eliseu Oriá. A mulher morta estava nua, o que levou a Polícia a suspeitar de um crime sexual (estupro).

Traição

A partir de então, os investigadores passaram a trabalhar com a hipótese de os dois crimes terem ligação e acabaram descobrindo que as vítimas eram mãe e filha. Segundo o blog Fernando Ribeiro, o marido e pai, suspeito do crime, até então estava desaparecido. Mas, na manhã de ontem (29), ele se apresentou na sede do DHPP, no bairro de Fátima, e confessou o duplo assassinato, alegando que foi forçado por bandidos da facção que domina o bairro Sapiranga-Coité a se entregar à Polícia e contar tudo, assumindo a morte da esposa e da filha. O vendedor contou que decidiu matar a mulher e a criança ao descobrir que havia sido traído por Luana e que Maria Louise não era sua filha.



Comentários

comments

Leia também no VCN:
error: Você não tem permissão para copiar conteúdo ou visualizar a fonte.